Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora

Formação FMNS Colaboradores Canonização da Irmã Maria Rita Memórias e Testemunhos Pastoral Juvenil e Vocacional

X Encontro dos Amigos da Ir. Maria Rita de Jesus

O dia 31 de Maio de 2015, Solenidade da Santíssima Trindade, foi vivido por um grande número de Amigos da Irmã Maria Rita de Jesus, com a alegria espiritual de quem se sente feliz em comunhão com Deus que é Pai, Filho e Espirito Santo. Com a alma bem assente no presente que Deus oferece graciosamente, mas sem deixarmos de olhar o passado através do património espiritual que nos deixou a nossa querida Irmã Maria Rita de Jesus, vivemos um dia em pleno.
Iniciámos com a nossa romagem ao Jazigo da Irmã Maria Rita de Jesus, em Agramonte, onde cada um pode deixar as suas intenções pessoais, de família e de Igreja através de oração comunitária e pessoal.
O segundo grande momento reuniu-nos em volta do Altar na Capela do Colégio Luso-Francês. Presidiu à Eucaristia o D. João Miranda Teixeira que a todos congregou na ação de Graças ao Deus Trino. Para esta ação de graças julgo que a todos ajudou o pensamento/contemplação da Irmã Maria Rita de Jesus que todos tinham na folha de cânticos para a celebração:
Deus Pai! Deus Filho! Deus Espírito Santo! São os meus encantos!!! A Santíssima Trindade! Agora posso dizer que Deus um só! É e será os meus encantos!!! Ou seja na Sua Divindade! Ou seja na Sua humanidade.
O almoço convívio extravasava de fraternidade e sã alegria muito à maneira da simplicidade franciscana.
Após um curto intervalo, em que cada um usou da sua liberdade, estávamos de volta ao salão ginásio do colégio Luso-Francês para recebermos o ensinamento cheio da sabedoria típica ao nosso D. João Miranda Teixeira, oferecido numa linguagem acessível aos diversos níveis de intelectualidade dos presentes. D. João Miranda Teixeira centrou o seu ensinamento nos dois temas deste Encontro de Amigos da Irmã Maria Rita de Jesus: A Família – estamos no ano do Sínodo sobre a família – e a Vida Consagrada – vivemos o Ano dedicado à vida Consagrada. Resumindo a comunicação do D. João Miranda Teixeira deixamos a questão posta logo na abertura: “Não há vocações à Vida Consagrada na Igreja e, para o entendermos, pensemos a situação da família hoje… e também a vivência dos Consagrados: não há quem chame, quem proponha, subentendido não há testemunhas apelativas para as gerações jovens.” E assim fomos olhando estas duas vocações na Igreja num perfeito paralelismo de deveres e responsabilidades.
Terminámos o nosso encontro com uma oração baseada na recitação da Coroinha do Menino Jesus orando tanto pelas famílias como pelos Consagrados na Igreja, hoje e de amanhã.
Despedimo-nos pelas 17:15 horas levando não só os guiões das celebrações para poderem ajudar a vivenciar outros momentos de oração, mas também um marcador a lembrar esta nossa 10ª reunião de Amigos da Irmã Maria Rita de Jesus no qual foi gravado numa das faces orientação para a construção da família e noutra o apelo feito aos consagrados/as sobre o fundamento da sua vida de consagrados/as.
Ficamos unidos no empenhamento renovado para a vivência da nossa vida de consagrados na Igreja pelo batismo e de especial consagração pelo voto de Aliança ao Deus único.

Ir. M.C.C. (fmns)
 

Ver outras notícias Seguinte >
Centro Social de Nossa Senhora das Graças Hospital de Santa Maria do Porto Escola Superior de Saúde de Santa Maria Colegio Luso-Francês Externato Santa Margarida Centro de Bem Estar Infantil e Juvenil do Coracao de Jesus Casa do Cruzeiro Colégio de Lourdes