Back to Notícias

XXVI Domingo do tempo comum

Falar sobre a liturgia de hoje é falar de CONVERSÃO E DE OLHAR.

Lázaro e os cinco irmãos não reconhecem a visita do Senhor/não veem que Ele está à sua porta e é necessitado! E nós vemos/reconhecemos?

Temos o contraste entre rico e pobre (Lázaro – aquele que Deus ajuda). A questão de fundo nem está em que o RICO hostilize o POBRE. Está em que nem sequer o vê!

Quando eu vir Lázaro sentado à minha porta, está perto de mim o Reino dos Céus. Só falta abrir-me e entrar.

O facto de a parábola trazer os vivos para a cena constitui um elemento importante, pois é a nossa situação, estamos vivos! E ficamos então todos a saber que também a nós toca a conversão. E que é este o tempo da conversão. Para isso, basta escutar a Palavra de Deus e agir em consequência.

Estás disposto a agir em consequência???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to Notícias