Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora

Formação FMNS Colaboradores Canonização da Irmã Maria Rita Memórias e Testemunhos Pastoral Juvenil e Vocacional

XII Capítulo Provincial

 

Às 11horas a Superiora Geral fez a apresentação do projecto do Conselho Geral para o sexénio do ano  2012 a 2018 que tem como lema: «Firmes na fé, avancemos pois para Deus com um coração sincero, pela vida e Vida em abundância» (cf Col 2, 6-7 e Jo 10, 10).

Fez de seguida a apresentação de uma proposição recebida como esperança de futuro para o Capítulo reflectir.

A parte da tarde foi preenchida com uma reflexão feita pelo perito do Capítulo, Fr. António Martins, ofmCap, sob o tema: «Evangelizar-se para evangelizar». Referiu que ‘nova evangelização’ é quanto aos métodos, à linguagem utilizada e sobretudo, pelo ardor missionário. Jesus Cristo, o ‘Filho’, rosto doloroso e rosto glorioso de Deus é o conteúdo intocável, atual e eterno. Disse que aonde e a quem devemos evangelizar são todos os povos e todas as culturas. Os franciscanos devem fazê-lo aonde ninguém quer ir. Apostar pastoral da proximidade com os desfavorecidos, os doentes e com os mais pequenos gestos, tal como o Papa Francisco. Ao jeito de S. Francisco de Assis, o ministério da reconciliação é muito importante para o ministério da evangelização, pelo qual passa o encorajamento, a consolação. Acima de todo o nosso contributo na nova evangelização, importante é o testemunho alegre da nossa Vida Consagrada. Na nossa própria evangelização deve estar em primeiro lugar, no centro, a escuta da Palavra de Deus, pois dedicamos a nossa vida a uma causa a Alguém: Jesus Cristo, Palavra definitiva de Deus. Ele é o Caminho para a Meta, Deus Pai e a Força para chegar é o Espírito Santo. Os valores evangélicos e franciscanos que o mundo deseja ver em nós são o serviço e a menoridade vividos em fraternidade, bem como a promoção da paz. Salientou ainda o valor da pobreza franciscana como libertação humana e o respeito pela criação. E concluiu que a recuperação do sentido de Deus no mundo passa pela capacidade e exercício da contemplação, à semelhança da Virgem Maria, a ouvinte da Palavra de Deus, Ela que é a Mãe da nova evangelização e o modelo para a FMNS.


 

Houve, depois do intervalo, reflexão em pequenos grupos sobre «ser comunidade evangelizada e evangelizadora».

Seguiu-se o plenário e depois a oração de Vésperas. Por ser sexta-feira, após o jantar, várias Irmãs da comunidade residente juntaram-se às capitulares para juntas fazerem o exercício espiritual da via-sacra pelos claustros, com a qual se concluiu o dia.
 

 
Ver outras notícias < Anterior Seguinte >
Centro Social de Nossa Senhora das Graças Hospital de Santa Maria do Porto Escola Superior de Saúde de Santa Maria Colegio Luso-Francês Externato Santa Margarida Centro de Bem Estar Infantil e Juvenil do Coracao de Jesus Casa do Cruzeiro Colégio de Lourdes